Chega de Querer e Não Querer

  • dezembro 16, 2016
  • By Patrícia Dedeiras
  • 0 Comments


A vida é feita de várias coisas, especialmente de escolhas. É algo cliché de se dizer, quase um ditado, mas a verdade é que não há uma outra maneira de definir aquilo que quero. Escolhas, escolhas, escolhas... Faz isto em vez daquilo, vai falar com quem tens de falar ou espera, escolhe uma pessoa em vez da outra, quase parece aquele anúncio de pensos para as herpes ou algo do género, que apresenta várias opções e que no final basicamente se aplica aos corajosos. Não se aplica a mim, no entanto, não vejo a situação como muitos a vêem.

Não entendo porque tenho que escolher, especialmente entre pessoas de quem realmente gosto, com quem me dou bem o suficiente para partilhar algumas coisas, alguém com quem consigo ser eu mesma, alguém com quem consigo soltar uma parte de mim que tem estado escondida e que se colocou à flor da pele, pronta a sair. Porque é que tenho que escolher entre uma pessoa assim e um grupo enorme de pessoas com quem não me sinto a 100%? A culpa não é minha, a culpa não é minha que duvidem e não saibam conciliar as coisas. Ou então, talvez sim, talvez a culpa seja realmente minha. A culpa de não saber dividir o tempo de forma a que esteja bem com todos. Mas isso não significa que seja eu quem tem que pedir desculpa, apenas porque não gostam que me dê com outros. Também tenho o meu orgulho, bolas! E desta vez sou eu quem merece ouvir as palavras que já tanto proferi quando nada tinha que o fazer.

Estou farta. Estou farta de ser sempre eu aquela que dá o braço a torcer. Estou farta de ser julgada por coisas que nem fui eu que fiz. Estou farta de lutar e acabar por não ter a atenção que quero e mereço. Estou farta de tudo, sinceramrnte, e só espero não me afundar de novo, quando sinto que ainda à tão pouco me levantei. Só quero ser feliz, é muito que pedir? Quero estar bem com todas as pessoas que me rodeiam e não ter chatisses com nenhuma delas. Quero gente nova na minha vida, boa gente. Quero não ter que escolher.

Mas chega de querer e não querer, está na hora de agir e mostrar que não sou pessoa de correr atrás dos outros, apesar de o ter feito inumeras vezes. A partir de agora é bom que corram atrás de mim, porque eu não o vou fazer.

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu comentário com a tua opinião sobre o post, de modo a que eu possa melhorar o Primavera Estacional.

Deixa também o link do teu blog para eu passar por lá!