1 de Novembro: Já Trajei!

Quando se entra se entrar na Universidade, todos se mostram muito nervosos e ansiosos e, muitas das vezes a praxe e a tradição académica ligada a ela são a causa disso mesmo. A verdade é que às vezes há razão para o medo e todo aquele stress inicial, mas quando se entra no espírito não há nada que nos pare!

Penso que já disse isto aqui pelo blog, mas na Universidade de Évora as praxes têm duração até ao dia 1 de Novembro e, durante esse mês e meio, tudo o que os alunos de primeiro ano - os "bichos" - pensam é na escolha dos padrinhos, que se dá numa aula de praxe previamente decidida pelos alunos de terceiro ano - os Senhores Estudantes -, e após esse dia a próxima data a celebrar é o primeiro de Novembro, quando passam a ser oficialmente chamados de caloiros. É uma noite que já vem de uma tradição antiga que termina à meia-noite com a sapatada - que se baseia em atirar pantufas daqui para ali, até que encontremos a nossa. Eu passei por isso o ano passado.

No entanto, este dia não é importante apenas para os alunos de primeiro ano. Segundo a CEGARREGA, que nos disponibiliza todo o código da praxe em Évora, faz parte da tradição que todos os alunos de segundo ano que foram praxados possam trajar e, consequentemente, traçar a capa. Como tal, durante o primeiro mês e meio de aulas os alunos de segundo ano - eu, neste caso - não fazem grande coisa a não ser concentrarem-se nas aulas, mas à medida que o tão esperado dia se vai aproximando, o entusiasmo por poder trajar aumenta. E eu, finalmente, trajei!

Trajei

Sei que há imensa gente que não entende mas, para mim, tal como para muitos dos meus colegas, é um orgulho poder trajar e fazer parte desta enorme e antiga instituição, da qual já fizeram parte tantas pessoas que vingaram na vida. Sendo esta a segunda Universidade mais antiga do nosso país. é certo de que já licenciou e diplomou um número fantástico de pessoas que conseguiram seguir os seus sonhos e tornaram-se profissionais nas suas áreas escolhidas, e eu quero fazer parte desse grupo.

Estou super contente por ter finalmente vestido o traje e mal posso esperar para, no próximo ano, o usar imensas vezes e praxar com ele os novos estudantes do meu curso. É, para mim, um honra partilhar todos os celebres momentos passados na Universidade com todos os meus amigos e colegas, que tenho conhecido ao longo deste último ano, e quero que os novos alunos passem pelas mesmas atividades e tradição que passei, e farei o melhor que sei e darei o melhor de mim para os poder integrar nisso mesmo. 


You Might Also Like

2 comentários

Deixa aqui o teu comentário com a tua opinião sobre o post, de modo a que eu possa melhorar o Primavera Estacional.

Deixa também o link do teu blog para eu passar por lá!