Já Não Me Elevas A Alma



Ajeito-me no teu colo. Quero dizer-te tudo o que me vai no coração e que me está entalado na garganta, mas não consigo. Sinto-te apressado, e nervoso, e pergunto-me se realmente devemos continuar. Já não me elevas a alma. Nem o espírito; já não me trazes alegria nem me pões um sorriso na cara às tantas da manhã quando me acordas com uma mensagem ou um telefonema. Já não fazes o meu coração bater como dantes, e já não sinto as minhas mãos e pernas tremer quando estou contigo, e sei que o meu olhar já não brilha.

Sei tudo, mas não me sinto culpada, nem deveria sentir. Crescemos e, apesar de todos os momentos lindos que vivemos juntos, os problemas que ultrapassámos, a verdade é que não nos pertencemos. E foi preciso tanto, para o perceber. Foram precisos mil e um corações partidos, lágrimas, gritos, choros e irregularidades que nunca nos fariam crer, mas passaram-se.

Foste o meu primeiro amor, e com toda a certeza digo que o meu primeiro amor sempre hás-de ser, mas nem sempre esse é o amor das nossas vidas. Demos voltas na vida que nos separaram, e por muito que tenhamos tentado ultrapassar todos os obstáculos, talvez apenas não esteja destinado nas estrelas o nosso amor eterno. Pertencemos a outros, e outros pertencem-nos a nós. Outros que ainda não conhecemos e que quem sabe andem por aí, também eles enganados e perdidos em juras de amor com aqueles com quem agora pensam partilhar o resto das suas vidas.

À medida que te olho, ao meu lado, vejo, também, o teu desinteresse naquilo que o nosso caminho tomou. Vejo-te pensar, e quase que oiço as tuas palavras repetidas na tua mente. Já não queres isto, já não nos queres a nós, porque sabes que, mesmo depois de tudo, nunca iremos resultar. Talvez numa outra vida mereçamos ficar juntos, mas nesta não.

Levanto-me, cansada das palavras que nenhum de nós ousa dizer. Dou-te um leve beijo nos lábios e sorriu-te.

Ambos sabemos que não voltarei.

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu comentário com a tua opinião sobre o post, de modo a que eu possa melhorar o Primavera Estacional.

Deixa também o link do teu blog para eu passar por lá!